Kenichi e Koyuki querem um bebê?

Em agosto, saiu pela primeira vez a notícia de que a atriz Koyuki estaria namorando sério com o ator Matsuyama Kenichi e de que eles já estariam juntos desde abril. A nova fofoca é que um funcionário do set do novo drama da Koyuki, “Fumo Chitai”, disse que ela parou de “fumar como uma chaminé”. O que estão dizendo é que a insistência dela em parar com o hábito, é porque eles estão querendo ter um bebê.

No histórico do casal, os dois já foram vistos juntos em várias ocasiões. O Matsuyama foi “pego” passando a noite na casa da Koyuki por três noites consecutivas. E como ela ainda mora com a família, aparentemente o relacionamento já é confirmado pelos pais. Eu não ficaria surpresa com uma notícia de casamento chegando. Ela tem 32 anos, 8 a mais que ele, provavelmente é uma boa hora para oficializar tudo.

Fonte

Anúncios

Death Note: The Last Name

Depois de pôr em prática um complexo esquema para afastar as suspeitas para com L (Kenichi Matsuyama) de que ele é “Kira”, Raito Yagami (Tatsuya Fujiwara) conhece uma fã que durante algum tempo concorre consigo, a eliminar criminosos. A jovem apresentadora de televisão Amana Misa (Erika Toda), também recebe de um Deus da Morte um livro com poder para matar.È segundo filme de Death Note Intitulado “Death Note: The Last Name”.

Death Note

Raito Yagami (Tatsuya Fujiwara) é um adolescente brilhante, mas entediado com a vida perfeitinha que leva. Ele encontra o Death Note que o shinigami Ryuuku deixou cair no mundo dos humanos. Quando escreve o nome de uma pessoa, visualizando-a ou pensando no seu rosto, no Death Note, essa morrerá 40 segundos depois. Light vai matando bandidos, corruptos, etc (ficando até conhecido como Kira – leitura em katakana de “killer”), até que a Interpol acha estranho as muitas mortes ocorridas e começa a investigar, liderada pelo detetive L (Kenichi Matsuyama) , cuja identidade é desconhecida. Aos poucos Raito vai descobrir muitos detalhes desconhecidos sobre o Death Note enquanto também terá que escapar da investigação da polícia japonesa, chefiada por seu próprio pai.

Fonte