Alguns minutos com Kenichi Matsuyama

O site Anime News Network teve a oportunidade de ter uma pequena entrevista com Kenichi Matsuyama antes da estréia de Gantz no começo do ano. Segue abaixo a tradução:

Qual foi seu primeiro pensamento ao ter tido a oportunidade de interpretar Masaru em Gantz?
Eu estava muito animado com a ofrerta e decidi aceitar porque este filme é baseado em um mangá e não é um simples sci-fi de ação. Ele incorpora elementos de drama, como o vínculo entre Kato e seu irmão mais novo. Também fiquei feliz em saber que Ninomya estaria interpretando Kei Kurono e eu teria a oportunidade de trabalhar com ele.

Você estava familiarizada com o mangá antes de ser envolvido no filme? 
Quando recebi a oferta eu li o mangá.

Você pode se relacionar com Masaru em um nível pessoal? Teve algo sobre a sua personalidade que o atraiu para esse personagem?
Neste mundo extraordinário de Gantz, Kato parece muito humano, de modo que era fácil se relacionar. Kato é um personagem que é mais impetuoso do que eu.

Todos vocês estavam chocados com o nível de violência no mangá? Você estava hesitante em assumir o papel sabendo quão extrema é a história?
Fiquei muito chocado. Mas o que eu sentia era mais interessante, que não há dignidade para pessoas mortas que em seguida voltam para vida, para a própria vida no mundo após a morte. Há uma presença sólida de drama no filme, mas eu tinha medo que só a violência extrema fosse o centro das atenções.

Você está agora sendo sempre chamado para interpretar heróis em adaptações de mangás e animes. Esse foi o seu objetivo o tempo todo? Você sempre foi um fã de mangás?
Sinto-me honrado. Sempre gostei de ler mangás, como Dragon Ball, Slam Dunk, e Yu Yu Hakusho. Eu amo mangás dessa geração.

Qual é o maior desafio ao trazer um personagem de mangá para a vida em um filme live-action? Você fica preocupado com a reação dos fãs com sua interpretação?
Não no mangá, mas quando se retrata uma pessoa em um filme há elementos, tais como o conhecimento sobre a pessoa e a história, que precisam ser incorporadas. Há sempre uma preocupação em criar o equilíbrio certo. É uma luta constante.

Você sonha com algum projeto? Existe um herói de mangá que você adoraria interpretar?
Spike de Cowboy Bebop. Eu gosto do seu estilo.

Gantz vai para a França

O live-action Gantz está sendo comprado por muitos países. O mais recente foi a França, que confirmou, embora não tenha uma data anunciada. As negociações na França começaram em maio, durante o Festival de Cannes, e um acordo foi feito em meados de junho. O filme também será exibido na Alemanha, Suíça, Bélgica, Taiwan, Hong Kong, Cingapura e Indonésia.

Gantz, baseado no mangá feito por Hiroya Oku, será lançado em dois filmes: o primeiro será lançado em abril no Japão, no início de 2011; e o segundo

“Gantz”, que é baseado em um mangá de ficção científica por Hiroya Oku, está sendo lançado como dois filmes. O primeiro está programado para abrir no Japão no início de 2011, seguido pelo segundo filme na primavera.

Novos stills de Gantz

Foram lançadas mais cinco novas imagens do filme Gantz. Clique na imagem para ser redirecionado ao álbum:

Gantz

Gantz

Posters de Gantz + Vídeos

Sendo um dos destaques desse ano, foi o anúncio do filme Gantz, prometido para janeiro de 2011. O filme agora ganha um novo trailer, como também uma divulgação de pôster em inglês com informações do filme.

O filme Gantz está sendo um sucesso de licenciamentom sendo comprado pra ser exibido no mundo inteiro, e é bem provável que a estréia do filme seja simultânea, ou com atraso de poucos dias, graças a boa repercussão do filme.

Fonte

Mais vídeos de Gantz

Ainda não é o trailer oficial, mas dá pra ver algumas cenas a mais do filme.

Vários Stills de Gantz

Foram adicionados 16 stills do filme Gantz em MQ. Clique na imagem para ser redirecionado ao álbum.

Gantz

Gantz

Países já compraram direitos de Gantz

A Nippon Television Network (NTV) vendeu o filme Gantz, de Shinshuke Sato para a Wild Side Films, na França, e para os territórios que falam a língua alemã. O filme também foi vendido para a Golden Harvest, em Hong Kong, Taiwan e também para a Catchplay Films Encore em Singapura, Malásia, Indonésia e Brunei.

Fonte

Previous Older Entries